Edson Celulari posta foto com o filho, Enzo Celulari, e beleza do rapaz chama a atenção

Nesse domingo, 15, Edson Celulari passou o dia com o filho Enzo Celulari e registrou o momento com uma selfie.
Assim como o pai, o garoto, de 22 anos, também compartilhou o clique em sua rede social. “Domingo com ele. TE AMO”, escreveu Enzo.


E a publicação logo rendeu vários comentários. “Tal pai, tal filho”, disse uma seguidora. “Dois lindos”, falou outra. “O real significado de tanto faz, que tô feliz”, brincou outra sobre a beleza dos dois.

Tempos atrás, Edson Celulari encantou ao compartilhar uma foto com a filha Sophia Raia, de 16 anos.
Recentemente, assim como o ex-marido, Claudia Raia demonstrou todo seu amor pelos filhos e relembrou um clique deles de criança.

Aos 60 anos, Edson Celulari revela planos de ter filhos com Karin Roepke

A arte os une e a troca no dia a dia alimenta a feliz relação. É o melhor dos casos para um casal de atores. “E fazemos o dever de casa diariamente!”, brinca Edson Celulari, 60, ao lado da mulher, Karin Roepke, 36, também atriz.
Um ajuda o outro a decorar os textos, opinam, conversam à mesa sobre atuação e, se a máquina de lavar pratos estiver quebrada, o Dom Sabino de O Tempo Não Para até lava o que tiver na pia. “Karin comanda e, quando ela deixa, gosto de organizar a casa. Não chego a fazer isso como um Transtorno Obsessivo-Compulsivo. Ah!, ajeitar a cama também é minha especialidade e ando empenhado em aprender a cozinhar pratos para toda a família”, se diverte Edson, relatando a vida cotidiana do casal, que está junto há sete anos e formalizou os laços em uma linda cerimônia na Toscana, Itália, em 2017.

Esse jogador de tênis de mesa nas horas vagas — sim, Celulari tem como esporte favorito o popular pingue-pongue — não brinca na hora do saque. “Jogo com vontade de japonês. É um jogo que exige trabalho aeróbico, anaeróbico, força e reflexo. Quero chegar aos 120 anos de raquete na mão e com muitos amigos ao redor da mesa”, continua ele, que até teve aulas com um professor.

Edson bateu na casa dos 60 anos, mas, definitivamente, não aparenta. Até brinca com isso: “O meu espelho, lá em casa, não mente. E o seu? A gente tem a idade que tem e ponto. O espírito, as forças emocionais, a resiliência e o entusiasmo, tudo isso pode ser sempre jovem. Qual a importância de uma ruga diante desses valores tão maiores?”.
A experiência de passarem juntos pelo câncer do ator, um linfoma não-Hodgkin, em 2016, aproximou mais ainda o casal. “Foi o que nos conduziu para aquela capela na Toscana. Lucidez sobre vários assuntos e pensar nas prioridades. Muitas vezes, a gente só percebe que tem boa saúde quando fica doente. Ter um filho está na pauta, mas é um sonho que deve esperar outros projetos profissionais”, revela Edson.

“Não existe coisa melhor na vida do que fazer o que se gosta. Trabalhar com arte e entretenimento é o que me move há muitos anos e quero mais. Só preciso de saúde e discernimento”, diz.

Como praticamente todo casal, eles adoram arrumar as malas e viajar. “Para qualquer lugar. O importante é conhecer pessoas e culturas diferentes”, diz ele. O bauruense vai fazer um curta, Europa, com a mulher — os dois atuando, sendo que ele vai dirigir e ela, produzir. É um plano de vida de Edson, exercitar mais seu lado cinematográfico.

“Depois da novela, paro uns dias e depois vou procurar locações para um outro filme que quero dirigir, Atlântico Pacífico. E ainda quero sentar em uma sala de aula como aluno para dar continuidade a um curso de Cinema”, diz Celulari, com 40 anos de bagagem na TV e vontade juvenil de viver.
“Minha avó Neocinda costumava dizer: o que vale é o brilho nos olhos.” Com o tempo livre — já com os filhos Enzo e Sophia, do casamento com Claudia Raia, criados e mais independentes —, Edson quer mesmo é ir para a serra e fazer muita bagunça com seus adorados golden retrievers, Dourado, Kiko, Hulk e Minna, de apenas 5 meses e que vivem aparecendo em sua conta do Instagram.

“Este é um compromisso quase profissional”, brinca. Com as prioridades reajustadas, balanço do que deu ou não certo na carreira realizado — ele faria tudo igual —, o ator reflete: “A vida é feita de ciclos. O que queremos é continuar vivendo bem, intensamente, e cheios de entusiasmo para os novos desafios”.